Produtividade, Sustentabilidade e o Trabalho

Abdon Barretto Filho -Economista e Mestre em Comunicação Social

Mesmo reconhecendo que as variações do clima global; economia globalizada; avanços tecnológicos; desregulamentações de mercados e o aumento da população do planeta, as organizações com ou sem fins lucrativos estão buscando alternativas através da produtividade e da sustentabilidade. Convém salientar que produzir mais com custos menores exigem novas combinações possíveis com as utilizações dos fatores de produção: terra, capital (técnico e/ou financeiro) e trabalho. A produtividade, na economia, é considerada a relação entre aquilo o que é produzido e os meios empregados (mão-de-obra, materiais, energia, etc). Produtividade tem a ver com eficiência e tempo: quanto menor for o tempo levado para obter o resultado pretendido, mais produtivo será o sistema.Logo, salvo melhor juízo, as aplicações tecnológicas nos diversos setores estão exigindo novos perfis de empresários,  empreendedores e colaboradores, destacando-se as inovações nas produções de alimentos e bens e/ou serviços. Bons exemplos são identificados no agro negócio:a bio tecnologia; a mecanização agricola; os drones; os aplicativos, entre outros avanços tecnológicos . Naturalmente, estão sendo liberadas atividades humanas tradicionais  que nem sempre podem ser utilizados nas indústrias e nos serviços. Todos querem produzir  mais com menos recursos. O mesmo está acontecendo com o setor industrial.Na realidade, a produtividade está ao lado da sustentabilidade social, econômica e ecológica. A sustentabilidade consiste em atender às necessidade das gerações atuais sem comprometer as necessidade das gerações futuras, garantindo ao mesmo tempo um equilíbrio entre o crescimento econômico, o respeito pelo meio ambiente e o bem estar social.   Espera-se que   novos caminhos sejam descobertos para reduções dos contrastes e disparidades visando a melhoria continua da qualidade de vida para todos.   A geração de emprego está vinculada aos investimentos maiores que exigem serviços mais qualificados. Com gerar empregos ? Como aumentar a produtividade ? Como alcançar o desenvolvimento sustentável ? O primeiro grande desafio é entender o grande desafio que a Economia mundial está enfrentando.Não existem empregos para todos. As decisões Políticas sempre são  influenciadas pelas necessidades ilimitadas dos seres humanos e a escassez dos fatores de produção.A Política e a Economia devem conviver em harmonia porque  necessitam do bom senso, de equilíbrio, da ética, entre outras conquistas civilizatórias para a humanidade. São as responsáveis pela  diminuição da pobreza e  a  produção e distribuição de riquezas.Seja na oferta da proteína animal até a demanda do consumo do tempo livre, incluindo o fenômeno turístico. Será ? Respeitam-se todas as opiniões contrárias. São reflexões. Podem ser úteis. Pensem nisso.

Abdon Barretto Filho

Abdon Barretto Filho

Economista e Mestre em Comunicação Social. Especializado em Economia, Comunicação e Marketing aplicados às Cidades ( City Marketing),Empresas e Entidades, destacando-se Eventos, Hotelaria, Hospitalidade e o Turismo. Consultor, Conferencista, Conselheiro, Diretor, Escritor, Colaborador em Veículos de Comunicação

Gostou desse conteúdo? Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abdon Barretto Filho
Economista e Mestre em Comunicação Social.

Acompanhe as novidades