Novos atrativos turísticos mundiais do Rio Grande do Sul

          Abdon Barretto Filho – Economista e Mestre em Comunicação Social

Em 2023, dois fatos históricos registram destaques geográficos capazes de atraírem visitantes: 1. As revistas científicas e a imprensa apresentaram matérias e reportagens sobre os 7 (sete) dinossauros mais antigos do mundo encontrados na Formação Geológica Santa, entre Candelária e Mata, Cidade da Pedra que foi Madeira, em suas camadas geológicas com mais de 233 milhões de anos; 2. As certificações dos Geoparques da Quarta Colônia e de Caçapava do Sul. No caso da Formação Geológica Santa Maria, os Museus da Região Central Gaúcha e o CAPPA – Centro de Apoio à Pesquisa Paleontológica da Quarta Colônia, guardam fósseis dos primeiros dinossauros e dos antepassados dos mamíferos, compondo um tesouro paleontológico destacado em todo o mundo para as pesquisas e estudos da Era Mesozoica (252 a 65,5 milhões de anos) destacando o Período Triássico – período geológico que se estende de 252 a 201 milhões de anos. Após o Triássico, foram determinados   o Período Jurássico (201 a 142 milhões de anos) e o Período Cretáceo (142 a 65,5 milhões de ano). Convém salientar que na Era Mesozoica, todos os Continentes estavam unidos em um só supercontinente, chamado Pangeia, desértico e quentes em seu interior, com florestas somente próximas ao litoral e aos grandes rios. Segundo as pesquisas, foi no Período Triássico que a Pangeia começou a se fragmentar e as criaturas que viviam nas terras do Gondwana, sul do Pangeia (Laurásia, ao norte) morreram, foram soterradas e transformadas em fósseis, encontrados nos séculos XX e XXI. O processo de fossilização durou milhões de anos. A riqueza fossílifera tornou-se atrativo mundial possibilitando a criação e o desenvolvimento do Turismo Paleontológico Urbano (nos Museus) e Rural (nos Sítios, com visitas autorizadas). Quanto aos Geoparques Mundiais da UNESCO da Quarta Colônia e de Caçapava do Sul, são áreas geográficas uniformes e unificadas onde locais e passagens de importância geológica internacional são gerenciadas com um conceito de proteção, educação e desenvolvimento sustentável. Atualmente, existem 195 Geoparques Mundiais em 48 Países. Os Geoparques Quarta Colônia e Caçapava do Sul receberam o certificado do selo de territórios mundiais da Unesco, no 10º.Encontro Mundial de Geoparques Unesco (09/09/23), em Marrakech, no Marrocos. Dessa forma, pode-se concluir que os visitantes podem ter interesses em conhecerem os novos atrativos turísticos mundiais completando a lista dos selecionados nos textos anteriores, das 27 regiões turísticas que representam 371 Municípios Turísticos, a saber:  1. As Missões – Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade; 2.Cânions – Itaimbezinho e Fortaleza; 3.Salto de Yucumã – Parque Estadual do Turvo; 4.Fósseis do Triássico – Museus de Santa Maria, Quarta Colônia, São Pedro do Sul e Mata, inclusive com seu Jardim Paleobotânico com árvores petrificadas de 200 milhões de anos; 5. Pampa Gaúcho; 6.Complexo lagunar (Porto Alegre com o Lago Guaíba e Costa Doce);6. Hidrominerais com águas termais e Ametista do Sul); 7.Vales do Rio Caí, Rio Pardo e Rio Taquari;8. Rota das Terras do Alto Jacuí;9. Litoral Norte (Torres, Parque Nacional da Lagoa do peixe;10. Fronteiras com o Uruguai;11. Fronteiras com a Argentina; 12.Serra Gaúcha (Gramado, Canela, Novo Petrópolis, Bento Gonçalves). Mais opções para visitas ao Rio Grande do Sul. Será? Respeitam-se todas as opiniões contrárias. São reflexões. Podem ser úteis. Pensem nisso.

Abdon Barretto Filho

Abdon Barretto Filho

Economista e Mestre em Comunicação Social. Especializado em Economia, Comunicação e Marketing aplicados às Cidades ( City Marketing),Empresas e Entidades, destacando-se Eventos, Hotelaria, Hospitalidade e o Turismo. Consultor, Conferencista, Conselheiro, Diretor, Escritor, Colaborador em Veículos de Comunicação

Gostou desse conteúdo? Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abdon Barretto Filho
Economista e Mestre em Comunicação Social.

Acompanhe as novidades