Abdon Barretto Filho

    Confiança e Sucesso

Abdon Barretto Filho – Economista e Mestre em Comunicação Social

A Confiança é um elemento indispensável para manter qualquer relacionamento. Confiança e sucesso andam de mãos dadas. Confiança nas pessoas. Confiança nas instituições. Confianças nas empresas. Confiança na atualidade. Confiança até no futuro. Quando a confiança existe pode-se atingir o sucesso esperado. Existe aquele ditado: “ confiança é como um espelho, uma vez quebrado nunca mais será o mesmo”. É assim que funciona nas relações pessoais, profissionais e até mesmo na política. Quando confiamos, tudo flui. Mas, se essa confiança é quebrada, o relacionamento torna-se complicado. Quando existe a perda da confiança, o relacionamento pode acabar e pode até ser recuperado se houver reconhecimento da confiança anterior, possibilitando uma nova chance para o faltoso. Entretanto, se alguém sente-se prejudicado com o fato que gerou a perda da confiança, o relacionamento tende a terminar. É assim que funciona o comportamento humano, na vida pessoal e na vida profissional. A confiança também está presente no exercício da cidadania, incluindo na perda de confiança no político que foi escolhido para representá-lo. No marketing, como  ciência e arte, quando se perde a confiança do bem e/ou serviço adquirido, simplesmente não será realizada nova aquisição. No fenômeno turístico são identificados perda da confiança na oferta, incluindo os produtos gerados pelos  integrantes do sistema que envolve o transportar, visitar, comer, comprar e dormir. Quando os atendimentos, os anúncios e as experiências não correspondem às realidades, a confiança está perdida. Além disso, a insatisfação e a perda da confiança  podem gerar transtornos para os causadores das ações que fazem a perda da  confiança. Convém salientar que o marketing não pode ter propaganda enganosa, ações comunicacionais que queiram tirar vantagens dos relacionamentos das trocas com preços justos e acordados entre as partes. Marketing não aceita mentira. É bom lembrar que o consumidor e  eleitor é um cidadão. Além disso, estamos longe para que o povo também possa avaliar melhor os políticos que foram eleitos, assim como deixar de adquirir bens e/ou serviços que deixaram de ser confiáveis. Alguns foram eleitos com propostas que não podem ser realizadas e durante suas gestões perdem o valor indispensável para atingir o sucesso: a confiança. Será ? Respeitam-se todas as opiniões contrárias. São reflexões. Podem ser úteis. Pensem nisso.

Abdon Barretto Filho

Abdon Barretto Filho

Economista e Mestre em Comunicação Social. Especializado em Economia, Comunicação e Marketing aplicados às Cidades ( City Marketing),Empresas e Entidades, destacando-se Eventos, Hotelaria, Hospitalidade e o Turismo. Consultor, Conferencista, Conselheiro, Diretor, Escritor, Colaborador em Veículos de Comunicação

Gostou desse conteúdo? Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abdon Barretto Filho
Economista e Mestre em Comunicação Social.

Acompanhe as novidades