Campina das Missões: Charmosa, Empreendedora e Surpreendente

Os Municípios Turísticos Gaúchos formam 27 Regiões Turísticas. Algumas Regiões e Municípios Turísticos avançaram nos seus posicionamentos no mercado turístico, principalmente com as parcerias públicas e privadas e as aceitações das Demandas Turísticas. Observa-se que é fundamental a continuidade dos trabalhos, independentes dos Governantes, demonstrando o interesse da Comunidade, dos empreendedores e empresários locais para atingirem seus objetivos e atraírem visitantes. No caso de Campina das Missões, Município com aproximadamente 6.000 habitantes, fundado em 9 de outubro de 1963, demonstra que quer o desenvolvimento do Turismo e da Hospitalidade. Está localizada no noroeste do Rio Grande do Sul, cercada de planaltos e é integrante da Região Turística Rota do Rio Uruguai. Foi colonizada por descendentes de alemães e possui uma das maiores colônias de descendentes russos, vindos da Sibéria que dedicam-se a manter seus costumes, fé e cultura. A economia de Campina das Missões está fundamentada na agricultura de minifúndios. Predomina o cultivo de soja e milho e está investindo em agroindústrias familiares, apoiando empreendedorismo local. Segundo os historiadores, no início da colonização, o povo russo teve dificuldade em acostumar-se com o tempo quente e com o plantio para sobrevivência. Mas, com a vinda do povo alemão, mais acostumado com o calor e experientes com a agricultura, houve melhor adaptação. A integração entre os povos imigrantes foi fundamental para o sucesso e progresso do lugar. Atualmente, Campina das Missões e a Região Turística Rota do Rio Uruguai oferecem um conjunto de atrativos turísticos e alguns produtos turísticos disponíveis para visitantes interessados nos aspectos culturais e históricos, principalmente as influências dos imigrantes alemães, russos, italianos, poloneses, entre outros. Eles ajudaram nas construções das cidades, mantendo a preservação da memória cultural e ampliando as alternativas do desenvolvimento econômico, social e turístico. Bons exemplos são identificados e os novos projetos estão em andamento, destacando-se o 1º.Jardim Bíblico do Rio Grande com Sul, composto de 20 oliveiras, 12 nogueiras, 08 de romãs,08 de figueiras,07 de carvalho alemão,12 de pinheiro alemão,33 de cipreste italiano,04 amoreiras, 10 de salgueiro Chorão, 08 de cedro do Líbano, 07 tamareiras e 08 macieiras, distribuídos com harmonia tendo como base os ensinamentos religiosos. É um trabalho inovador, apresentando a singularidade capaz de atrair visitantes, resultante da iniciativa da Prefeitura Municipal e com o apoio da Associação Cultural Russa Volga do Brasil. Convém destacar que durante nossa visita à cidade de Campina das Missões, acompanhamos a programação cultural do evento “A Magia de Natal”, na sua 12ª. edição realizada de 25 de novembro a 23 de dezembro de 2022, com financiamento do Pró – Cultura. O evento organizado pela Associação Cultural A Magia do Natal apresentou uma decoração e iluminação com padrões internacionais inéditos na região, tornando-se atrativo da rota turística atendendo o público interessado em descobrir novos roteiros, combinando com as visitas ao Salto de Yucumã, Rota das Missões e Argentina. Foi uma boa surpresa para os visitantes que identificam elementos relevantes na hospitalidade e no charme do bom atendimento. Convém destacar que a Rota Turística do Rio Uruguai, composta com 20 Municípios, registra os nascimentos de ídolos como a Xuxa, Gisele Bündchen e Taffarell. Além disso, está aproximadamente 35 km da Argentina (Porto Lucena- município que faz divisa). São alguns motivos para atraírem visitantes. Será? Respeitam-se todas as opiniões contrárias, São reflexões. Podem ser úteis. Pensem nisso.

Abdon Barretto Filho

Abdon Barretto Filho

Economista e Mestre em Comunicação Social. Especializado em Economia, Comunicação e Marketing aplicados às Cidades ( City Marketing),Empresas e Entidades, destacando-se Eventos, Hotelaria, Hospitalidade e o Turismo. Consultor, Conferencista, Conselheiro, Diretor, Escritor, Colaborador em Veículos de Comunicação

Gostou desse conteúdo? Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abdon Barretto Filho
Economista e Mestre em Comunicação Social.

Acompanhe as novidades