Para amar Porto Alegre no seu aniversário dos 250 anos: 26 de março de 2022

PARA AMAR PORTO ALEGRE NO SEU ANIVERSÁRIO DOS 250 ANOS

Abdon Barretto Filho    Economista e Mestre em Comunicação Social

Para amar Porto Alegre, hoje e sempre, é indispensável identificar seus aspectos geográficos, históricos, culturais, equipamentos e serviços capazes de atraírem atenções e motivarem visitas. É óbvio que a informação é indispensável para tomada de decisão. Ninguém pode amar aquilo que não conhece. Logo, a comunicação identifica, apresenta, promove e incentiva as visitações aos atrativos integrantes da oferta da cidade. Exigem interesses, pesquisas, conhecimentos e vontades para valorizarem a nossa terra e a nossa gente, incluindo suas singularidades. Naturalmente, as experiências são repassadas gerando visitas e indicações de futuras visitas. Se a cidade é boa para viver, pode ser boa para visitar. A comunidade e a opinião pública são fundamentais para atrações de fluxos de visitantes. Convém salientar que existem cidades que não são amadas pelos seus habitantes por uma série de problemas com a infraestrutura, valorizações e preservações dos seus patrimônios históricos, culturais, arquitetônicos, com plasticidade discutível e sem a hospitalidade para recebimento do visitante. Também, existem cidades que avançam na estruturação da sua oferta, com investimentos públicos e privados para a melhoria contínua da qualidade de vida dos seus habitantes e capazes de atraírem visitantes e bem recebê-los. Valorizam e destacam os aspectos positivos, utilizam da criatividade e da usabilidade das ações nos mercados emissores, sem nefastas ideologias do quanto pior, melhor. Mesmo dependendo da subjetividade sobre a análise do que “deveria ser “e do que  é possível e verdadeiro”, amar a cidade  depende de cada um e das possibilidades dos atendimentos das necessidades ilimitadas individuais. Para quem nasceu em Porto Alegre ou escolheu a cidade para habitar, deve ter experiências positivas convivendo com a diferenciada e bela geografia física e humana. Além disso, visitando seus atrativos e passando pelas suas ruas, praças, jardins e avenidas boas experiências podem ser confirmadas. Porto Alegre pode emocionar ao Pôr do Sol e do acolhimento natural das pessoas que amam viver na Capital dos Gaúchos. Minhas opções pessoais e profissionais, assim como de muitas pessoas que vivem em Porto Alegre, são para contribuir no desenvolvimento harmônico da Capital dos Gaúchos, alcançando o destaque como destino social, cultural, econômico e turístico no Brasil e no exterior. Aproveito para destacar a grande honraria em ter recebido a Medalha Porto Alegre em 2015, na Gestão Fortunatti/Melo, indicado pela ABIH RS –Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, devido às minhas contribuições acadêmicas e profissionais ao desenvolvimento do Turismo Receptivo e da Hotelaria. Em 2022, quando completa 250 Anos de fundação, nós desejamos tudo de bom para nossa querida e amada Porto Alegre. Com certeza, nos meus caminhos que levam até a felicidade passaram, passam e passarão pela Capital dos Gaúchos. Devem existir muitas pessoas que amam Porto Alegre e estão comemorando tão significativa data,  realizando passeios pelos   caminhos urbanos e rurais. Será? Respeitam-se todas as opiniões contrárias. São reflexões. Podem ser úteis. Pensem nisso. Parabéns Porto Alegre pelos seus 250 anos.

Abdon Barretto Filho

Abdon Barretto Filho

Economista e Mestre em Comunicação Social. Especializado em Economia, Comunicação e Marketing aplicados às Cidades ( City Marketing),Empresas e Entidades, destacando-se Eventos, Hotelaria, Hospitalidade e o Turismo. Consultor, Conferencista, Conselheiro, Diretor, Escritor, Colaborador em Veículos de Comunicação

Gostou desse conteúdo? Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abdon Barretto Filho
Economista e Mestre em Comunicação Social.

Acompanhe as novidades